domingo, 20 de setembro de 2009

Sistema Muscular - Em construção

No corpo humano existe uma enorme variedade de músculos, dos mais variados formatos e tamanhos, temos aproximadamente 212 músculos, sendo 112 na parte anterior do corpo e 100 na parte posterior.
O estudo de sistema muscular é conhecido como Miologia. Os músculos dão forma ao corpo humano e o tecido que formam os músculos é o tecido muscular, esse é especializado na contração e assim realizando os movimentos, geralmente em resposta a um estímulo do sistema nervoso.

Função dos músculos:

a) Produção dos movimentos corporais: Movimentos globais do corpo, como andar e correr.

b) Estabilização das Posições Corporais: A contração dos músculos esqueléticos estabilizam as articulações e participam da manutenção das posições corporais, como a de ficar em pé ou sentar.
c) Regulação do Volume dos Órgãos: A contração sustentada das faixas anelares dos músculos lisos (esfíncteres) pode impedir a saída do conteúdo de um órgão oco.

d) Movimento de Substâncias dentro do Corpo: As contrações dos músculos lisos das paredes vasos sangüíneos regulam a intensidade do fluxo. Os músculos lisos também podem mover alimentos, urina e gametas do sistema reprodutivo. Os músculos esqueléticos promovem o fluxo de linfa e o retorno do sangue para o coração.

e) Produção de Calor: Quando o tecido muscular se contrai ele produz calor e grande parte desse calor liberado pelo músculo é usado na manutenção da temperatura corporal.


Temos 3 tipos de tecidos musculares:

1) Tecido muscular liso ou não estriado
Presente em diversos órgãos internos, e também na parede dos vasos sanguíneos, sendo esses de contração involuntária, não se contraindo sob nossa vontade. As células desse músculo são alongadas, um núcleo e possuem no citoplasma finas miofibrilas capazes de se contrair. Apresentam esse nome, pois não possuem estriações como os demais.

2) Tecido muscular estriado cardíaco
Também de contração involuntária e ritmo próprio, encontra - se constituindo o miocárdio.


3) Tecido muscular estriado esquelético
De contração voluntária, a maioria encontra-se originado e inserido nos ossos. Então os músculos esqueléticos ficam responsáveis por atividades como manutenção da postura, andar, correr e pegar objetos. Os critérios para nomear esses músculos provêm de características particulares, como a forma, ação ou localização.
Um músculo esquelético, possui, basicamente, uma porção média (vermelha e contrátil, chamada de ventre muscular) e extremidades (não contráteis, de cor branca e denominada de tendões ou aponeurose, com função de fixar o músculo ao esqueleto). A diferença entre tendão e aponeurose é basicamente a forma, o tendão de forma cilíndrica e a aponeurose de forma de lâmina e mais largas.
Existe também a fáscia muscular, sendo essa fáscia uma lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo, protegendo e evitando o atrito e coordenando seus movimentos, forma assim uma bainha de contenção. Também auxilia no deslizamento dos músculos entre si, em certos locais, a fáscia pode se enontrar mais espessa e dela partem prolongamentos que vão se fixar aos ossos, denominadas de septos intermusculares, com função de separar grupos musculares em compartimentos.

3.1) Classificação quanto à disposição das fibras musculares:
  • Paralelas, lado a lado, fibras musculares que tem a mesma direção as fibras tendinosas e são encontradas em músculos longos.
  • Oblíquas, fibras musculares oblíquas em relação aos tendões, sendo denominadas peniformes.
  • Unipenadas, prendendo - se a uma borda do tendão, parecendo uma pena.
  • Bipenadas, os feixes de fibras se prendem em duas bordas dos tendões.
  • Em leque, fibras que saem de uma longa inserção e convergem para um ápice fibroso.
3.2) Classificação quanto a forma do músculo:
  • Longo, o comprimento predomina sobre a largura e a espessura.
  • Chato, o comprimento e a largura se equivalem, predominando sobre a espessura.
  • Curto, as 3 dimensões se equivalem.




a) Agonistas: São os músculos principais que ativam um movimento específico do corpo, eles se contraem ativamente para produzir um movimento desejado. Ex: Pegar uma chave sobre a mesa, agonistas são os flexores dos dedos.

b) Antagonistas: Músculos que se opõem à ação dos agonistas, quando o agonista se contrai, o antagonista relaxa progressivamente, produzindo um movimento suave. Ex: idem anterior, porém os antagonistas são os extensores dos dedos.

c) Sinergistas: São aqueles que participam estabilizando as articulações para que não ocorram movimentos indesejáveis durante a ação principal. Ex: idem anterior, os sinergistas são estabilizadores do punho, cotovelo e ombro.


d) Fixadores: Estabilizam a origem do agonista de modo que ele possa agir mais eficientemente. Estabilizam a parte proximal do membro quando move-se a parte distal.

Tipos de Contrações:


O nome dado aos músculos é derivado de vários fatores, entre eles o fisiológico e o topográfico:


a) Contração Concêntrica: o músculo se encurta e traciona outra estrutura, como um tendão, reduzindo o ângulo de uma articulação. Ex: Trazer um livro que estava sobre a mesa ao encontro da cabeça.

b) Contração Excêntrica: quando aumenta o comprimento total do músculo durante a contração. Ex: idem anterior, porém quando recolocamos o livro sobre mesa.

c) Contração Isométrica: servem para estabilizar as articulações enquanto outras são movidas. Gera tensão muscular sem realizar movimentos. É responsável pela postura e sustentação de objetos em posição fixa. Ex: idem anterior, porém quando o livro é sustentado em abdução de 90°.



Postar um comentário